Cuidados com a pele · Estética

Microagulhamento: ameniza manchas e deixa a pele incrivelmente renovada

Olá Pessoal!! Tudo bem?

Você provavelmente já ouviu falar sobre a técnica de microagulhamento que, com o auxílio de agulhas muito finas, estimula o colágeno da pele e atenua sinais de envelhecimento. Atualmente, ela é realizada, inclusive, com o auxílio de um equipamento chamado Roller, que tem cerca de 200 agulhas, facilitando a aplicação.

O microagulhamento ou a indução percutânea de colágeno (IPCA) tem atraído muito a atenção das pessoas que apostam em tratamentos clínicos ou estéticos para cuidar da beleza da pele, pois pode tratar diversos aspectos da pele, especialmente facial.

Resultado de imagem para microagulhamento

O tratamento é realizado através de dispositivos compostos por pequenas agulhas que causam microperfurações na pele. Estas microperfurações são responsáveis pela indução de um processo inflamatório no local, capaz de estimular os fibroblastos, que são células responsáveis pela produção de colágeno local.

Além disso, através das pequenas perfurações causadas, é possível a redução da pigmentação de manchas, especialmente do melasma. Estudos recentes mostram melhora considerável em manchas de melasma resistentes a outros tratamentos.

O microagulhamento tem como principal objetivo a indução percutânea de colágeno, a angiogenese (criação de vasos sanguíneos novos) e um aumento da vasodilatação, fazendo com que haja uma melhora de oxigenação e nutrição nos tecidos.

As indicações do tratamento são diversas, mas as principais são:

  • Redução do melasma;
  • Redução de cicatrizes de acne;
  • Redução de rugas;
  • Redução/melhora de estrias;
  • Melhora de poros e textura da pele;
  • Redução de cicatrizes traumáticas e/ou cirúrgicas.

O microagulhamento pode ser indicado para rejuvenescimento facial, tratamento de estrias, manchas, além de alopecia e flacidez.

Resultado de imagem para microagulhamento

Vale ressaltar que o microagulhamento pode ser utilizado tanto no rosto, como em outras partes do corpo, inclusive no couro cabeludo, para estimular a circulação sanguínea da região.

Como é feito o microagulhamento?

Primeiramente é feita uma higienização e assepsia da pele. Depois, é escolhida a agulha a ser utilizada de acordo com o tratamento proposto. O Roller é passado na pele nas quatro direções (vertical, horizontal, diagonal direita e esquerda), cinco vezes cada. Durante o microagulhamento, utilizamos um cosmético apropriado para o tipo de pele e tratamento.

O caso específico de tratamento para o rosto, após a antissepsia da pele e aplicação de creme anestésico, é feita a aplicação da IPCA em várias passadas em toda a face. De acordo com a necessidade, são utilizadas agulhas de diferentes tamanhos: para lesões superficiais, agulhas menores; para lesões profundas como cicatrizes, agulhas mais longas.

Resultado de imagem para microagulhamento

Após o procedimento, há inchaço de leve a moderado, e vermelhidão na pele que varia de acordo com a intensidade da aplicação. A recuperação costuma ser mais rápida em comparação ao laser.

Existem três tipos de melasma: o epidérmico (mais superficial), o dérmico (mais profundo) e o misto (nas duas camadas). Para cada um, devem ser usadas medicações e concentrações específicas. Se o tratamento não estiver correto, ele pode causar a irritação e piorar a lesão.

Vale reforçar que, por se tratar de procedimento invasivo, o microagulhamento ou IPCA deve ser realizado por um profissional habilitado para isso, a fim de garantir a correta avaliação de indicações e contraindicações, além de prevenção e complicações.

Assim, o microagulhamento deve ser feito preferencialmente por médicos dermatologistas, ou ainda, cirurgiões plásticos especializados na técnica. Fisioterapeutas dermatofuncionais com especialização na técnica também podem realizá-la.

Microagulhamento dói?

Dor é sempre relativa. Mas, de forma geral, no caso de agulhas com comprimento de 0,2 a 0,3, a dor é bem tolerável. Para agulhas acima de 0,5, pacientes relatam dor.

Se houver a aplicação de pomada anestésica de alta potência ou anestesia local injetável, o microagulhamento torna-se um procedimento muito tolerado, mesmo quando feito de forma mais intensa. Importante enfatizar que somente médicos têm autorização para aplicação de pomada anestésica de alta potência ou anestesia local injetável.

Resultados: o que esperar do microagulhamento

Geralmente são indicadas de uma a três sessões, a depender da severidade do quadro e da indicação.

O pós da IPCA é geralmente tranquilo, com mínimo desconforto. A redução das manchas e a melhora da qualidade da pele são vistas nos primeiros 15 a 30 dias. O auge da produção de colágeno induzida pela IPCA é em torno de 3 meses, quando vemos a melhora de rugas, cicatrizes e estrias.

Geralmente, pode-se observar que, após o microagulhamento, por até oito meses ainda existe a produção de colágeno.

Em relação a preços, pode haver grande variação dependendo do local (cidade, clínica) onde o tratamento será realizado. O valor costuma variar entre R$400 a R$600 por sessão.

Geralmente, o tempo de intervalo entre uma sessão e outra é de um mês. Cada sessão dura cerca de 30 minutos a 1 hora. Mas tudo isso pode variar de acordo com o tipo de tratamento.

Cuidados antes e depois do microagulhamento

Os principais cuidados antes do procedimento são:

  • Deve ser realizada uma avaliação para indicar o melhor tratamento a ser feito com o microagulhamento;
  • É indicado que a paciente suspenda pelo menos três dias antes o uso de qualquer tipo de ácido que esteja usando para evitar possíveis quadros alérgicos;
  • É necessário realizar uma boa limpeza de pele;
  • É indicado ainda ingerir vitamina C, pois ela auxilia na produção de colágeno.

Depois do procedimento, as orientações básicas são:

  • Não utilizar protetor solar e maquiagem por pelo menos 24hs;
  • Não se expor ao sol durante o processo inflamatório (três a cinco dias após);
  • Evitar contato com animais e mãos sujas na região tratada, prevenindo assim o risco de contaminação;
  • Utilizar produtos com autorização do profissional que realizou o tratamento, para melhores resultados.

Riscos e contraindicações do microagulhamento

As contraindicações são:

  • Infecção ativa como herpes no local ou outra infecção;
  • Tendência à cicatrização com quelóides;
  • Gestação;
  • Imunossupressão.

Grávidas não podem realizar o procedimento pois o risco de hiperpigmentação é muito grande devido às alterações hormonais.

A técnica é segura, pois, ao perfurar a pele, mantém-se a epiderme íntegra e, com isso, os riscos de alguma complicação são baixas.

Os efeitos colaterais podem surgir se houver aplicação ou indicação incorreta. Pode levar à formação de cicatrizes e manchas no local do tratamento. Os cuidados no pós-procedimento por parte do paciente, como através do uso do filtro e prevenção a exposição solar, também auxiliam na prevenção de manchas pós-procedimento.

Associada ao microagulhamento, deve-se utilizar entre as sessões cremes antirrugas e clareadores para melhora e manutenção dos resultados. Para pacientes com manchas, as sessões podem ser alternadas com peelings químicos. Para cicatrizes e rugas profundas, na mesma sessão pode ser aplicada a técnica de tunelização dérmica, que faz um descolamento da lesão e maior produção de colágeno local.

Para garantir maior sucesso no tratamento e nos cuidados gerais com a beleza da pele, o microagulhamento deve ainda ser associado com uma alimentação rica em proteínas (que ajudam a estimular a formação de colágeno na pele), com a proteção solar diária (usando protetor com FPS acima de 30) e com o consumo adequado de líquidos (especialmente água). Quem fuma deve se esforçar ao máximo para parar, pois este é um hábito totalmente destrutivo para a beleza e a saúde de uma forma geral.

Espero que tenham gostado!

Bjs!!♥

Estilo

11 Tatuagens para quem é apaixonada por maquiagem

Olá pessoal!! Tudo bem?

Selecionei alguns desenhos fofos e bem coloridos pra quem não resiste a batons, cílios postiços, pincéis… Inspire-se!!

 

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

Imagem relacionada

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

Imagem relacionada

Imagem relacionada

Resultado de imagem para tatuagem feminina de maquiagem

 

DIY

DIY: Organizador de livros

Olá pessoal!! Tudo bem?

Como o próprio nome já diz, o organizador de livros serve para organizar e guardar seus livros, mas se você não é muito “fã” de leitura, você pode guardar seus livros didáticos, cadernos, revistas, etc.

Você vai precisar de:

*Uma régua;
*Uma tesoura;
*Uma caneta ou lápis;
*Papel de presente ou papel contact;
*Cola (se for utilizar papel de presente).
*Caixa de cereal ou sucrilhos (quantas quiser);

Como Fazer:

1-Com o auxílio da régua, faça um traço diagonal na caixa, risque com a caneta (não vá com o traço até o fim, até um pouco menos da metade apenas. Faça um traço reto na lateral da caixa, unindo com o traço da diagonal). Dessa forma:

2-Agora recorte a caixa conforme o traço que foi feito. Dessa forma:

3-Já com a caixa recortada no formato certo, passe a cola na caixa, e cole o papel de presente nela (se for usar papel contact, não é necessário o uso da cola, apenas retire a película que o protege e grude-o com cuidado na caixa). Dessa forma:

4-O Resultado final ficará assim (a caixa do passo a passo é a última):

Agora é só você pôr seus livros ou o que preferir e está lindo e pronto!
Serve também como uma linda decoração!

Espero que tenham gostado!

Bjs!!♥

 

 

Estética

Alongamento de cílios X Permanente: Qual é a melhor ténica?

Olá Pessoal!! Tudo bem?

Todos os dias, surgem novidades em relação à estética, que bom que isso acontece não é mesmo? Assim, podemos melhorar a nossa autoestima e vivermos uma vida mais plena e feliz. Entre estas novidades, está o alongamento de cílios e permanente. Aqui, você vai ter a oportunidade de aprender as principais diferenças entre essas 2 técnicas, e assim poder escolher com total segurança qual sua preferida.

Alongamento de Cílios X Permanente

Uma coisa é certa! Antes de você sair por aí partindo para um tratamento de alongamento de cílios ou permanente, é importante saber em detalhes as diferenças de ambos. Então vamos lá!

Alongamento de cílios

alongamento de cílios é uma técnica utilizada para quem deseja alongar, ou dar volume aos cílios.

Para isso, alguns fios sintéticos são colados com uma cola especial um a um sobre os seus cílios. Este procedimento dura no máximo 2 horas para ser realizado e se você é uma pessoa medrosa, não se preocupe!

Resultado de imagem para alongamento de cilios

Alongamento de Cílios dói?

alongamento de cílios é indolor, feito de maneira delicada, dá até para tirar um cochilo de tão tranquilo que é.

A melhor parte é que o alongamento de cílios, quando realizado por um bom profissional, deixa um efeito para lá de natural.

Quanto tempo dura o alongamento de cílios?

Este procedimento dura de 4 a 6 semanas, mas este período de duração varia conforme os cuidados que você tiver como:

  • Evitar molhar os olhos nas primeiras 24 horas;
  • Não utilizar rímel ou esfregar a região

Depois do período de duração, o ideal é voltar ao salão para fazer a manutenção, ou remover os fios se este for o seu desejo.

Quanto custa o alongamento de cílios?

O alongamento de cílios tem o valor médio de R$80 a R$130,00, e o preço de manutenção é a metade do valor, ou seja, 65,00. Já o permanente tem o valor médio de R$90,00 e não precisa de manutenção.

Permanente de cílios

Essa técnica já é indicada para quem não foi presenteada pela natureza, com cílios grandes e curvados e quer de qualquer maneira acordar linda e bela como se estivesse usando o “curvex” logo ao acordar. Isso porque esta técnica permite que a curvatura natural dos cílios seja acentuada. Como resultado, você ganha um olhar expressivo e luminoso, como você sempre quis.

A principal diferença entre alongamento de cílios e permanente, é que os cílios permanente não alonga os fios, mas como os deixa curvados acaba dando a real impressão de que estão maiores. Para realizar este procedimento, você irá gastar no máximo 1 hora, e também é muito tranquilo assim como o alongamento dos cílios.

Outro ponto a se destacar em relação às diferenças do alongamento de cílios e permanente é a praticidade e a durabilidade.

Quanto tempo dura o permanente de cílios?

Dura de 6 a 3 meses, e para você que não abre mão de uma boa maquiagem, aí vai uma ótima notícia, com o permanente dá para usar rímel sem nenhum problema.

Dica: Assim como o alongamento, o permanente de cílios também precisa ser feito por um bom profissional, para trazer os resultados que você espera.

Como é feito o permanente de cílios?

  1. O primeiro passo para fazer o permanente de cílios, é uma limpeza na região dos olhos.
  2. Depois, aplica-se uma cola especial, bem próximo da raiz dos cílios, e é colocado sobre eles, um rolinho pequeno, como se fosse um “mini-bob”, é ele que vai dar o efeito “curvex” que você tanto deseja.Resultado de imagem para permanente de cilios
  3. Após 15 minutos, o gel especial aplicado no “mini-bob” é retirado, e os cílios recebem um líquido neutralizante. Para finalizar, aplica-se um creme protetor de tinta sobre as pálpebras e os cílios são tingidos de preto para dar o efeito máscara de cílios. Depois, é só aguardar alguns minutos, remover a tinta e escovar os cílios.

Alongamento ou Permanente: Qual o melhor?

O que vai determinar qual a melhor técnica a ser utilizada, seja o alongamento de cílios ou permanente, é a sua necessidade e estilo de vida. Para aquelas que querem reunir beleza, praticidade e maior custo benefício, com certeza o permanente de cílios é a melhor opção.

Aí vai um dica preciosa, para ficar com um visual ainda mais bonito, não se esqueça de dar a devida atenção às sobrancelhas.

Maquiagem

Maquiagem para quem tem vitiligo

Olá pessoal!! Tudo bem?

O vitiligo é uma condição em que a pele perde sua pigmentação. É uma doença crônica, e por isso não tem cura, apenas tratamento. É mais perceptível em pessoas de pele escura, e pode afetar qualquer área do corpo: boca, o cabelo e os olhos.

Resultado de imagem para como maquiar pele com vitiligo

Famosos que tem vitiligo:

Luiza Brunet, ex- modelo brasileira e empresária tem vitiligo. Durante sua carreira como modelo, teve uma dura luta, camuflando sua condição com maquiagem. Na infância, sofreu discriminações por conta da doença.

Jonh Hamm, ator, diretor e produtor de televisão norte-americano também sofreu com a doença. Dependendo do nível de estresse a condição pode melhorar ou piorar. O ator, autor e diretor brasileiro Igor Angelkort, abriu mão da maquiagem para esconder o vitiligo na série “Justiça”.

Hoje ele lida bem com o problema, cuidando apenas para não aumentar a quantidade de manchas, mas aceita como parte da condição natural de sua pele. O rapper brasileiro Rappin’ Hood também possui essa condição.

Em seu Facebook, possui postagens sobre a doença com mensagens de incentivo. Gian, da famosa dupla sertaneja Gian e Giovanni revelou que sofria com a condição em um programa de televisão. O cantor desconhece a causa da doença, e se incomoda com as manchas, disfarçando-as com maquiagem.

Vitiligo e as passarelas da moda.

A modelo canadense Winnie Harlow arrasa nas passarelas mais famosas pelo mundo a fora. Sua história inclusive serviu de inspiração para a modelo Eliane Medeiros, que estampou a campanha da C&A em 2016. A modelo Eliane Medeiros diz ter sofrido na infância com o preconceito, inclusive de amigos próximos, quando descobriu a doença, e se sentiu honrada quando recebeu o convite da marca para atuar na campanha publicitária.

Outros nomes também se destacaram nas passarelas como Sam Gonçalves, que participou do SPFW em 2016. Sam conta que os primeiros sintomas da doença apareceram com 12 anos, e que tentou diversos tratamentos para mudar sua pele. Hoje, se aceita como é.

April Star, modelo infantil de 12 anos, também é destaque no mundo fashion. April foi diagnosticada com 10 anos de idade, e assim que as manchas começaram a aparecer, ela virou alvos de piadas na escola. Com o apoio da família e da irmã mais velha, criou uma conta no instagram, e hoje conta com mais de 62 mil seguidores na plataforma.

Bases para quem tem vitiligo.

Independentemente de usar maquiagem ou não, é importante se sentir bem consigo mesma. Aqui vão dicas das melhores bases para quem tem esta condição e prefere uniformizar a pele:

Resultado de imagem para como maquiar pele com vitiligo

  • A marca mais conhecida de base para vitiligo pertence a Vichy Dermablend e tem propriedades calmantes de água termal. A base promete durar até dezesseis horas, e resiste a falhas que acontecem por conta do suor. É uma base cremosa, e pode ser achada pelo valor de R$: 52,47 até R$: 143,91, dependendo da loja.
  • A marca Vichy Dermablend também possui corretivos específicos que variam de R$: 48,42 até 149,90.
  • A base é resistente à água e possui fator protetor 30. Está disponível em quatro nuances (tons). Também possui outros fatores de proteção como: 15, 25, 35, 45, 55.
  • A marca Dermatus também possui bases poderosas, pois é uma empresa que fornece produtos cosméticos para as mais diversas situações. Para o vitiligo, recomenda-se sempre o uso de bases com protetor solar. Ela está disponível em 5 cores, e os preços variam de R$: 110,00 até R$: 160,40.
  • Kryolan Dermacolor Creme é boa para cobrir imperfeições na pele, o preço do pack de bases com 12 cores pode sair por R$: 559,00. O Pack com 24 cores pode sair por R$:649,00. É uma base boa porque pode ser misturada para criar novos tons e nuances. Uma base individual custa em torno de R$:70,00.
  • base manipulada pode ser uma outra opção para quem tem mais dificuldade em relação a encontrar o tom certo da pele, ou não pode arcar com esses custos todo mês (cá entre nós, os produtos são bons, mas muito caros). Essa base pode ser indicada por um dermatologista e encomendada em uma farmácia de manipulação. Assim, você pode procurar mais opções e mais variedade nos preços.
  • A técnica de micropigmentação também pode ser indicada em casos de vitiligo. Ela funciona como uma maquiagem definitiva no corpo, e é conhecida por cobrir estrias. O produto aplicado penetra na pele tem em sua composição feita de óxido de ferro e extratos vegetais. A durabilidade também é uma vantagem, pois pode ser retocado a cada 3 ou 4 anos, dependendo da pele.
  • A técnica de micropigmentação pode ser mais incisiva e dolorosa, por isso esteja preparada se for apostar nesta solução. Além disso, pode ocorrer o desgaste com o tempo.
  • micropigmentação deve ser indicada por um especialista (dermatologista). Eles irão orientar você na busca de uma clínica mais confiável.
  • O valor da micropigmentação irá variar de pele para pele, do tamanho das manchas e do dermatologista. O processo todo pode levar de duas a três horas.

Como se maquiar corretamente:      

Existem dicas e técnicas para disfarçar as manchas sem precisar ter que investir pesado em bases específicas e caras. Aí vão algumas delas:

  1. Limpe bem a pele antes de começar, de preferência com um sabonete neutro ou sabonetes líquidos sem cheiro. As marcas Nuppil (R$: 16,39) e Clean e Clear (R$ 21,10), são ótimas apostas.
  2. Aplique protetor solar adequado para o seu tom de pele e use-o sempre antes de começar a passar a maquiagem. Isso irá garantir que a sua pele não seja danificada.
  3. Se você não confia que a sua base segura o tranco, aposte em um bom primer para fixar a maquiagem no rosto. Além disso, na finalização, você pode usar um spray fixador de maquiagem.
  4. Use corretivo colorido vermelho por toda a pele, isso ajuda a cobrir as manchas antes de aplicar a base. Não se esqueça de aplicar no pescoço e no colo.
  5. Para remover a oleosidade da pele, você pode usar pó além da base e dos corretivos.

Bjs!!♥