Maquiagem

Mitos e verdades sobre a maquiagem

Olá pessoal!! Tudo bem?

Tem mulher que ama maquiagem (eu!), usa todos os dias e não sabe viver sem. Tem outras que usam só de vez em quando, em festas ou finais de semana. E tem aquelas que resgatam o estojo de maquiagem somente para ocasiões especiais, como Natal e Ano Novo.

Sabemos que, para as mulheres vaidosas, a maquiagem tem a função de valorizar os traços e corrigir imperfeições do rosto. Porém, o seu uso constante pode ser visto como causador do envelhecimento precoce da pele. Será verdade? Separei alguns mitos e verdades sobre o uso da maquiagem, para que você encontre harmonia entre a beleza e a saúde da sua pele.

Resultado de imagem para produtos de maquiagem

MAQUIAGEM ENVELHECE A PELE

O que envelhece a pele é o excesso de sol, comer mal, dormir pouco, fumar, consumir muitos drinks, ficar muito exposta ao sol sem proteção. O envelhecimento da pele também pode ser causado por um desequilíbrio hormonal, estresse ou altos níveis de glicose no sangue. Todos estes fatores, combinados entre si, ocasionam manchas e rugas. Ou seja, dizer que a maquiagem é responsável pelo envelhecimento da pele é mito! Entretanto, é importante lembrar que alguns erros de maquiagem devem ser evitados, pois podem envelhecer a sua aparência (mas nada que não saia com um bom demaquilante).

MAQUIAGEM PROTEGE CONTRA O ENVELHECIMENTO

Se por um lado, a maquiagem não é fator determinante para causar o envelhecimento da pele, por outro ela pode ser um importante aliada na proteção contra a exposição solar. Isso porque a indústria de cosméticos conta com soluções modernas que colaboram na proteção contra vários fatores de agressão, principalmente radiação ultravioleta, poluição e luz visível. Então, se compararmos uma mulher que eventualmente está maquiada, com uma que utiliza produtos específicos contra o envelhecimento e com protetor solar, a segunda certamente estará mais protegida que a primeira. Isso porque hoje existem produtos que contam com ativos capazes de tratar a pele. Seu papel não se limita apenas em trazer coloração, textura e uniformidade para o rosto. Então é verdade que podemos afirmar que a maquiagem pode proteger contra o envelhecimento, pois ela conta com um apelo grande na proteção da nossa pele contra danos ambientais.

MAQUIAGEM SUBSTITUI O USO DE FILTRO SOLAR

Não, não substitui. Por uma razão bem simples: para efetivamente proteger a pele contra os raios solares, o produto precisa apresentar FPS de pelo menos 30, para proteger o rosto. A grande maioria das maquiagens que estão disponíveis no mercado não oferecem essa proteção. Assim, o filtro solar deve ser sempre usado, com maquiagem ou não. Ele deve ser aplicado primeiro e em seguida aplica-se a maquiagem. Até porque a cor presente nas bases, pós e corretivos é importante contra a luz fluorescente e a radiação emitida pela tela do computador ou por televisões, conhecidas como luz visível.

MAQUIAGEM NÃO CONTRIBUI PARA O ENVELHECIMENTO DA PELE

A maquiagem pode ser uma grande aliada para potencializar a sua beleza, desde que os produtos utilizados sejam de qualidade e os mais naturais possíveis. Caso contrário, ele pode sim contribuir para que a sua pele pareça mais envelhecida, apagada, sem vida e com impurezas. Então, acreditar que a maquiagem não contribui para o envelhecimento do seu rosto é um mito. Ainda mais se você costuma dormir maquiada. Isso mesmo! Com o tempo, o mau hábito acelera o envelhecimento pelo aparecimento de poros dilatados, rugas, vermelhidões e perda de viço. Tirar a maquiagem diariamente é fundamental para limpar a pele profundamente e deixá-la livre de todos os resíduos contaminantes que possam impedir a renovação celular, favorecendo o surgimento das tão temidas rugas.

MAQUIAGEM DENTRO DO PRAZO DE VALIDADE, NÃO É PROBLEMA

Isso é um mito. Não é só o prazo de validade que determina se a maquiagem está própria para uso ou não. Observar se houve alteração na coloração, no cheiro ou textura dos produtos é indicado para verificar se estão contaminados. O mesmo serve para os hidratantes. Se observar que houve mudança de cor ou perfume, descarte-os, pois é sinal que sofreram alteração e não são mais seguros para serem aplicados na pele.

MAQUIAGEM VENCIDA ACELERA O SURGIMENTO DE RUGAS

Usar maquiagem vencida pode trazer consequências nada agradáveis, portanto é uma verdade. O maior risco é a contaminação de fungos e bactérias que podem causar alergias, dermatites, manchas na pele e irritações. E consequentemente, todos estes problemas resultam no envelhecimento da sua pele. Outro perigo é utilizar maquiagem emprestada, pois tratam-se de itens de uso pessoal. Batons e máscaras de cílios entram em contato com áreas de mucosa, que são mais suscetíveis a infecções como micoses, impetigo e herpes. No caso dos utensílios de aplicação como pincéis e esponjas, estes devem ser lavados após o uso por outra pessoa ou uma vez por mês em caso de uso próprio.

Então, o que você achou dos mitos e verdades em relação ao uso de maquiagem? Ficou mais fácil entender como usar estes cosméticos, sem correr o risco de acelerar o processo de envelhecimento da sua pele, não é mesmo?

Bjs!♥

Anúncios
Maquiagem

5 melhores bases baratas e boas (custo x benefício)

Olá pessoal!! Tudo bem?

Só as amantes de beleza entendem a saga por uma boa base — aquela que deixa a pele com um glow especial, mas nada oleosa. Sabe-se também que produtos de marcas conceituadas no mercado costumam custar (bem) caro…

Resultado de imagem para imagem de base maquiagem

Pensando nisso, separei as 5 melhores bases que na minha opinião mostra que nem sempre você precisa gastar uma fortuna para alcançar um efeito bonito e desejado.

Bases baratas (Foto: Divulgação)
Preço sugerido: R$15,00

1- Base Matte da Ruby Rose: Essa base já se tornou uma das queridinhas do mercado por conta do precinho camarada e da qualidade. O produto da marca chinesa é o sinônimo de custo-benefício! A base cremosa tem bastante densidade, ou seja, é firme. Com acabamento bem sequinho, é ideal para quem tem a pele oleosa. A cobertura de média para alta dá acabamento perfeito para makes noturnas.

Base Vult (Foto: Divulgação)
Preço sugerido: R$26,00

2 – Base HD Alta Cobertura da Vult: A base promete proporcionar um acabamento de alta definição, além de hidratar e uniformizar a pele deixando-a com um aspecto natural. Sua fórmula é à prova d’água e não-acnegênica, ideal para quem tem pele sensível. São 16 tonalidades no total.

 

Resultado de imagem para base timewise
Preço sugerido: R$64,00

3 – Base líquida acabamento matte TimeWise Mary Kay: É uma ótima opção para quem tem pele mista ou oleosa. Ela promete e cumpre uma cobertura total da pele, cobrindo marcas de espinha, olheiras e outras manchas, isso tudo deixando a pele com um acabamento aveludado.

Resultado de imagem para base matte max love
Preço sugerido: R$20,00

4 – Base Matte Alta Cobertura (Oil Free) Max Love: A Base Matte Alta Cobertura (Oil Free) Max Love é uma base de alta cobertura que proporciona acabamento completo e perfeito à pele. Pode ser aplicada em camadas para um efeito mais intenso. Outro ponto, é que a Base Matte Alta Cobertura (Oil Free) Max Love revitaliza a aparência da pele opaca e seca.

Preço sugerido: R$36,oo

5 – Base Líquida Ultra Matte Eudora: A Base Líquida Ultra Matte tem cobertura média, não marca os poros e possui longa duração com resistência a água e ao suor.
Uma base líquida com fórmula leve e fluida que tem efeito ultra matte para deixar a pele sequinha ao longo do dia, sem craquelar ou ressecar.

 

Até a próxima!

Bjs!♥

Wishlist

Desejo de aniversário: Melissa Dubrovka

Olá Pessoal!! tudo bem?

Sim, logo menos ficarei mais velha….E claro estou super desejando um presente especial kkkkkk.

Faz tempo que estou de olho nessa melissa!

O que diz a marca:

Em meio a espaços urbanos super populosos e repletos de construções, o novo pode facilmente passar despercebido.  É longe das distrações cosmopolitas que ele mostra toda a sua capacidade de encantar.

Valorizando as experiências e sensações provocadas pelos locais ermos, a Melissa nos apresenta Dubrovka. A palavra escolhida para batizar o oxford lançado no preview Spring Summer 2018 vem do russo, onde designa lugares inabitados. Assim como as extensões de terra pouco exploradas no país de dimensões continentais, a Melissa Dubrovka está pronta para ser descoberta.

Ao receber formas e cheiro de plástico, este calçado clássico ganha status de reinvenção. No entanto, não se desfaz da sua essência elegante, o que o torna o aliado perfeito da calça jeans, bem como do uniforme de trabalho. Na cartela de cores da Melissa Dubrovka, a prioridade é para os tons neutros, sempre bem-vindos em qualquer closet. Elegê-la como preferida significa dizer boas-vindas para outros horizontes.

Preço sugerido: R$180,00. Vende aqui.

Não sou muito fã de melissa, mas fala sério, amei demais esse modelo!

Quem se interessar meu número é 37. kkkkk

Bjs!!♥

Compras

Comprar da China: Tire suas dúvidas

Olá pessoal!! Tudo bem?

Quem me acompanha nas redes sociais sabe que eu sou a louca das compras na China kkkkkkkk! Adoro comprar e sim os produtos são de ótima qualidade. Sabendo escolher, comprando do vendedor certo e bem qualificado, você se sairá muito bem!

Aqui montei um guia para você tirar dúvidas sobre compras na China, leia tudo com muita calma e atenção, assim você terá uma ótima experiência comprando na China online. Continue lendo “Comprar da China: Tire suas dúvidas”

Casa e Decoração · DIY

DIY: 18 Ideias de Artesanatos com Pisca-Pisca.

Olá pessoal!! Tudo bem?

Se tem uma coisa que eu amo é decoração(já falei isso antes rsrs). Acho que fica maravilhoso quando envolve pisca-pisca.

Engana-se quem pensa que somente na época do Natal usa-se o pisca-pisca, pois durante o ano todo a sua casa pode ser iluminada e decorada com estas luzinhas diferentes. A iluminação delicada e indireta das lâmpadas garante um visual interessante para os seus espaços, deixando-os com sensação mais aconchegante.

EVA, papel estruturado e tecido fino e transparente podem ser usados em seus artesanatos que usam pisca-pisca. Recorte formatos desejados, como borboletas e gatinhos e cole duas partes, mantendo a lâmpada do pisca-pisca no meio, com a ponta para fora. Ou faça dobradura com papel mais fino.

Inspire-se!!

Resultado de imagem para decoração com pisca pisca

Imagem relacionada

Resultado de imagem para decoração com pisca pisca

Resultado de imagem para decoração com pisca pisca

Resultado de imagem para decoração com pisca pisca

Resultado de imagem para decoração com pisca pisca

luminária 4

Decoração tá pipocando no blog essa semana, né kkkk. É muito bom quando fazemos com que o nosso lugar tenha a nossa cara, nosso gosto, noss...

pisca pisca com desenhos

Como fazer: decorando o quarto com pisca-pisca

11 ideias incríveis para cabeceira de cama | bim.bon

 

Bjs!!♥

Saúde

Cefaleia: O que é, sintomas, tratamentos e tipos.

Olá pessoal!! Tudo bem?

Este é um assunto que muito me interessa. Eu sou a rainha da dor de cabeça…Como me incomoda…fico completamente nervosa quando sinto dores.

É estimado que 90% da população mundial já apresentou ou irá apresentar algum episódio de cefaleia ao longo da vida. Por isso, recomenda-se uma avaliação completa e criteriosa do paciente que apresenta algum tipo de cefaleia.

Resultado de imagem para dor de cabeca

O que é

“Cefaleia” ou “Cefalgia” são os nomes científicos para a popular “dor de cabeça”. Pode ocorrer de modo isolado, quando apresenta um complexo sintomático agudo, como a enxaqueca; ou então quando provém de uma doença em desenvolvimento, como infecções. No caso da dor ser aguda, chamamos de cefaleias primárias e se associada a alguma doença, cefaleias secundárias.

Qual profissional devo procurar? Qual o diagnóstico?

O profissional que diagnostica a cefaleia é o médico cefaliatra, um neurologista especializado em cefaleias. O diagnóstico é baseado na compreensão da fisiopatologia dessas dores de cabeça, na obtenção de uma história clínica e da realização de um exame físico e neurológico criterioso para formular um diagnóstico diferencial. O diagnóstico da cefaleia é eminentemente clínico.

Dependendo do caso de cada paciente, geralmente nos de caráter secundário, podem ser que o médico solicite exames subsidiários, como: estudo radiológico funcional da coluna, tomografia e/ou ressonância magnética de crânio, eletroencefalograma, exames laboratoriais com análise do liquor e do sangue, e ainda uma biópsia de artéria temporal para estabelecer um melhor diagnóstico.

Como identificar? Quais são os sintomas?

As dores de cabeça podem se manifestar de maneira súbita, subaguda ou crônica.

Há fatores que antecedem a dor de cabeça, como crises de cefaleia em salvas após ingestão de álcool, ou serem desencadeadas por consumo de queijos ou vinhos, levando à enxaqueca.

Algumas cefaleias podem ser acompanhadas de sintomas que antecedem a dor propriamente dita, como alterações visuais de curta duração (aura visual), pontos luminosos na visão (escotomas cintilantes), irritação, astenia, falta de apetite e/ou depressão.

A dor pode ser de característica pulsátil, latejante, pressão, aperto, fincadas, ardência, lancinante, também nos níveis fraco, moderado, intenso, constante ou em salvas. Também pode ser unilateral, bilateral, holocraniana (toda cabeça), frontal, retrocular, occiptal ou mesmo seguindo o padrão de distribuição das divisões do nervo trigêmeo na face.

A cefaleia pode associar-se à sintomatologia autômica (náuseas, vômitos, hiperemia ocular, lacrimejamento, obstrução nasal, sensibilidade à luz e ao som) ou até mesmo sistêmica, como a perda de peso recente, febre, mal-estar, cansaço e inapetência.

Quais os tipos de Cefaleia? E as suas causas?

A cefaleia divide-se em vários tipos, aqui vamos colocá-la em dois grandes grupos, as dores primárias que são mais leves e as secundárias, ocasionadas por outras doenças. Acompanhe:

Cefaleia primária

Caracterizada pelas cefaleias crônicas de natureza primária, que na maioria das vezes tem início em enxaquecas, cefaleias tensionais e cefaleias em salvas.

Cefaleia secundária

Caracteriza-se por uma dor de cabeça associada a outras doenças, como aneurisma cerebral, sinusite, tumor cerebral, etc. A maioria dessas dores de cabeça desaparece quando a doença que a causa é curada. Essas dores podem ocorrer devido a alterações do organismo e da interação do indivíduo com o ambiente. As cefaleias secundárias podem ter como causa:

  • Doenças que afetam as artérias, veias e a circulação do cérebro (aneurismas cerebrais, arterite, isquemias cerebrais, trombose venosa cerebral e sangramentos no cérebro).
  • Doenças que fazem a pressão de dentro da cabeça (não confundir com pressão arterial) aumentar ou diminuir.
  • Ingestão ou exposição a produtos químicos nocivos e tóxicos (gás carbônico, álcool, drogas e/ou glutamato monossódico).
  • Traumas (traumatismo) cranianos e/ou cervicais (batidas na cabeça e/ou pescoço).
  • Tumores cerebrais.
  • Uso excessivo de analgésicos ou pela retirada de substâncias (opióides e cafeína).
  • Infecções (no cérebro, como meningite viral, meningite bacteriana, meningites crônicas, abscesso cerebral, ou em qualquer lugar do corpo como sinusite, mastoidite, otite);
  • Alteração metabólica, por desequilíbrios do funcionamento do organismo (alterações de hormônios, pressão arterial, oxigenação);
  • Problemas das estruturas pericranianas, ou seja, qualquer problema de olhos, ouvido, nariz e seios da face, dentes e atm, pescoço.

As cefaleias agudas ou súbitas geralmente constituem a manifestação de uma patologia intracraniana como hemorragia subaracnóide ou de outras doenças cerebrovasculares ou infecciosas (meningites, encefalites, etc.). Entretanto, elas podem ocorrer também após punção lombar (procedimento médico especializado para diagnóstico de enfermidades neurológicas) ou até durante manobras fisiológicas que possam aumentar a pressão intra-abdominal e, consequentemente, a intracraniana, como exercícios físicos intensos e relações sexuais.

Quando de manifestação subaguda, pode ser resultante de enfermidades inflamatórias do tecido conjuntivo, como a artrite de células gigantes ou mesmo de processos tumorais intracranianos (tumores, abscessos cerebrais, metástases cerebrais, hematomas subdurais), além de hipertensão intracraniana benigna (pseudotumor cerebral), neuralgia do trigêmeo/glossofaríngeo e crise hipertensiva.

Os tipos de Cefaleias

Enxaqueca

Este tipo de cefaleia tem como principal característica uma dor pulsátil em um dos lados da cabeça (às vezes ocorre nos dois), geralmente é acompanhada de fotofobia e fonofobia, náusea e vômito. Sua duração varia de quatro a 72 horas, e pode ser mais curta em crianças. Sua causa ainda é desconhecida, mas relaciona-se com alterações cerebrais e hereditariedade.

Segundo dados do Ministério da Saúde, de 5 a 25% das mulheres e 2 a 10% dos homens tem enxaqueca, contudo, ela é predominante em pessoas com idades entre 25 e 45 anos, sendo que após os 50 anos essa porcentagem tende a diminuir, principalmente nas mulheres. A enxaqueca ocorre em 3 a 10% das crianças, afetando igualmente ambos os gêneros antes da puberdade, mas tem predominância no sexo feminino após essa fase.

A enxaqueca crônica ocorre em 15 ou mais dias do mês, sendo oito dias com crises típicas de enxaqueca, por mais de três meses, quando há ausência de abuso de medicamentos. Os principais causadores da Enxaqueca são:

  • Abuso de medicamentos.
  • Esforço físico.
  • Estresse.
  • Fome.
  • Fortes odores (perfume).
  • Irregularidades no sono.
  • Luzes e sons intensos.
  • Mudanças bruscas de temperatura e de umidade.

É comum as mulheres apresentarem enxaqueca na fase menstrual, também conhecida como “enxaqueca menstrual”, e tem melhora apenas na menopausa. Os sintomas da enxaqueca consistem em: náusea, vômitos, bocejos, irritabilidade, sensibilidade à luz, ao som e ao movimento do corpo ou do ambiente, tonturas, fadiga, alterações no apetite, problemas de concentração, bem como dificuldade para encontrar as palavras.

Cefaleia em salvas

Este tipo de cefaleia é rara, muitos ainda confundem com a enxaqueca, porém suas dores não passam nem perto dela. Entre os principais sintomas e características da cefaleia em salvas estão:

  • Apenas do lado da dor os seguintes sintomas aparecerão, nunca nos dois lados: dor muito intensa, extrema, excruciante (pode ainda doer cada lado da cabeça alternadamente). O olho fica vermelho, lacrimeja bastante e incha, incluindo o cair da pálpebra que deixa o olho semifechado ou fechado. A narina escorre (coriza) e entope (congestão nasal). A face transpira, brilhando de suor e incha alterando a fisionomia durante a crise.
  • A crise não é acompanhada por enjoo (náuseas) ou vômitos.
  • O paciente não tem sensibilidade à claridade ou barulho.
  • O paciente não consegue relaxar ou ficar parado devido a dor, geralmente anda de um lado para outro, pode atirar móveis e objetos no chão ou contra a parede devido ao desespero.
  • O paciente pode sofrer traumas e fraturas ao esmurrar, chutar ou bater com a cabeça violentamente em paredes ou objetos.
  • O indivíduo se retira da presença de outras pessoas e se isola para que ninguém possa ver a degradação humana provocada pela crise de cefaleia em salvas.

Cada crise de cefaleia em salvas dura entre 30 minutos a 2 horas, diferentemente da crise de enxaqueca que dura entre 4 horas a 3 dias. A crise de cefaleia em salvas corresponde a 3 dias de crise fortíssima de enxaqueca concentrados em 30 ou 45 minutos, podendo ocorrer 3, 4 e até 5 dessas crises de cefaleia em salvas em um único dia.

Quase sempre o paciente saberá especificar precisamente o(s) horário(s) do dia em que sua(s) crise(s) acontece(m). É comum uma delas ocorrer de madrugada, de 1 a 2 horas após o indivíduo adormecer. Depois da crise de cefaleia em salvas, a dor de cabeça pode passar completamente, ou a cabeça pode permanecer dolorida, até a próxima crise.

Estas crises permanecem diárias por um período que varia entre algumas semanas e alguns meses, e em seguida costumam simplesmente ir embora, como se nada tivesse acontecido. Esse período durante o qual as crises ocorrem é conhecido como “episódio de salvas”. Cada episódio desse de salvas costuma ocorrer na mesma época do ano para o mesmo paciente.

Por exemplo, o paciente já sabe que todo mês de janeiro e fevereiro acontece o “episódio de salvas”, todos os anos. Em outros, os episódios de salvas vêm a cada 2 ou 3 anos. E outros, mais de uma vez ao ano, quase sempre em épocas pré-determinadas. E uma minoria dos portadores de cefaleia em salvas não possui episódios de salvas bem definidos, podendo ter crises de cefaleia em salvas a qualquer época, a qualquer momento.

Durante o “episódio de salvas”, e apenas durante esse período, o paciente não consegue ingerir nenhuma bebida alcoólica, mesmo que seja um teor muito baixo de álcool, já é o suficiente para desencadear imediatamente uma crise extra de cefaleia em salvas. Fora do “episódio de salvas”, este mesmo paciente ingere bebidas alcoólicas normalmente. A cefaleia em salvas ocorre muito mais em mulheres, enquanto a cefaleia comum não tem distinção de paciente.

Cefaleia tensional

A enxaqueca é um tipo de cefaleia relacionada com a tensão ou contração exagerada, anormal e mantida de grupos musculares dos ombros, pescoço, couro cabeludo e até face. Esta é a dor de cabeça mais comum que existe, mas por não ser tão intensa e incapacitante, faz com que seus portadores (mesmo crônicos) não procurem tanto a ajuda médica como quem sofre de enxaqueca.

Este tipo de cefaleia não tem uma causa única, há pacientes que tem a dor de cabeça de tensão por causa da contração involuntária e crônica de músculos na parte de trás do pescoço e do couro cabeludo. Essa tensão muscular pode ter várias causas, como:

  • Ansiedade.
  • Cansaço.
  • Estresse emocional ou mental, incluindo depressão.
  • Excesso de exercícios.
  • Fome.
  • Má postura.
  • Repouso insuficiente.

As dores de cabeça tensionais podem ser desencadeadas, em sua maioria, por algum tipo de estresse de origem externa ou interna. Ainda existe a cefaleia tensional episódica que geralmente acontece por uma situação estressante isolada ou um acúmulo de estresse. Se um indivíduo está exposto ao estresse diariamente ele corre o risco de sofrer este tipo de cefaleia tensional. Entre os fatores que podem desencadeá-la estão: ingestão de álcool e cafeína (em excesso ou abstinência), gripe, resfriado, fadiga, fadiga visual, fumo em excesso, problemas odontológicos (bruxismo), congestão nasal, esforço físico excessivo e sinusite.

A cefaleia tensional pode ser episódica (menos de 15 dias por mês) ou crônica (mais de 15 dias por mês). O tipo crônico pode variar em intensidade ao longo do dia, mas a dor quase sempre está presente. A forma aguda também pode evoluir para a crônica.

A Cefaleia tem cura? Qual é o tratamento?

O tratamento dependerá do diagnóstico e das causas de base estabelecidos, assim como se ela terá ou não cura.

O tratamento pode ser apenas com medicamentos, que podem ser:

  • Analgésicos comuns: Advil, Aspirina, Dorflex, Naldecon, Neosaldina, Tylenol, etc.
  • Anticonvulsivantes: fenitoína, carbamazepina, gabapentina, topiramato, divalproato de sódio.
  • Drogas específicas para tratamento de enxaqueca (ergotamínicos e triptanos): Cefalium.
  • Relaxantes musculares (benzodiazepínicos, baclofeno): Torsilax.

É importante lembrar que o mercado medicamentoso oferece variedades de remédios para os mais diversos tipos de dor de cabeça, contudo, não se automedique, consulte o seu médico para saber qual é o mais indicado para o seu tipo de dor de cabeça e organismo (principalmente gestantes).

Também há os casos mais graves, como nas hemorragias intracranianas ou mesmo meningites/encefalites, em que há necessidade de internação hospitalar, tratamento cirúrgico e até mesmo procedimentos neurocirúrgicos.

Ainda existem alguns pré-tratamentos caseiros, para aliviar a dor, como chás de gengibre, cavalinha, chapéu-de-couro,  dente-de-leão com alfazema e tanchagem. Antes da ingestão destes tipos de chás, também consulte o seu médico.

Atenção! 

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Sendo a doença mais comum no mundo, muitas pessoas acabam se automedicando e não consultam um especialista. Aproveite para compartilhar estas informações com as pessoas que você conhece ou já ouviu queixando-se sobre dores de cabeça, as vezes o problema pode ser muito mais sério do que pensam!

Referências:

https://www.cefaleias.com.br
https://www.abcdasaude.com.br/neurologia/dor-de-cabeca-cefaleia
http://www.enxaqueca.com.br/blog/cefaleia-em-salvas/
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/cefaleia-tensional
http://www.dordecabeca.com.br/categoria/dor-de-cabeca/cefaleia-tensional/

Fonte: Minuto saudável

Bjs!!♥

Maquiagem

Tipos de delineador: como escolher o melhor?

Olá pessoal!! Tudo bem?

Vou falar hoje de um item de maquiagem que pra mim é INDISPENSÁVEL. O delineador.

Responsável por embelezar a maquiagem dos olhos e garantir uma finalização poderosa, o delineador é um produto controverso. Ao mesmo tempo em que ele é bastante amado pelas mulheres, muitas delas têm dificuldade para passá-lo e acabam se desesperando, talvez porque ainda não tenham encontrado o tipo de delineador ideal conforme suas habilidades.

Item coringa na nécessaire, a função do delineador é destacar os olhos e proporcionar um olhar marcante para qualquer tipo de maquiagem, seja ela simples ou elaborada.

Para acabar com esse mistério e te ajudar a caprichar nas makes, preparei um post para descomplicar a hora de escolher entre os tipos de delineador.

Conhecendo os tipos de delineador

Para que o delineador deixe de ser o vilão na hora de fazer a maquiagem, é preciso escolher bem entre os tipos disponíveis. Alguns são mais práticos na hora de passar, já outros exigem um pouco mais de treino. Veja só:

Líquido

Imagem relacionada

Essa é a apresentação mais comum do delineador. O produto vem com um aplicador de ponta bem fininha e exige habilidade para que se acerte o traço. Ele é a melhor opção para mulheres de olhos pequenos e para as que apreciam um delineado estreito.

Para não errar e garantir um resultado bonito, é preciso ter firmeza nas mãos. Felizmente, essa é uma versão que demora um pouco a secar. Caso o traço não saia como o desejado, corrigir a imperfeição se torna mais fácil utilizando cotonetes e um demaquilante.

Gel

Imagem relacionada

A versão em gel é meu favorito! É excelente para fazer delineados gráficos, como o asa de anjo, a sensação do momento que já se tornou um queridinho. O produto tem aspecto molhado e consistente e é excelente para fazer delineados dramáticos de diversas espessuras. Porém, ele pode borrar facilmente se você piscar os olhos antes do fim da secagem.

Se o produto escolhido não tiver uma boa pigmentação, será preciso reforçar o traço até atingir o tom e a marcação desejados. Você encontra opções com ou sem aplicador, e neste caso será necessário ter em seu acervo um pincel chanfrado ou outro modelo de ponta fina.

Caneta

Imagem relacionada

O modelo é bem prático e garante uma aplicação rápida no dia a dia. O delineador em caneta exige prática, mas por outro lado possibilita fazer traços firmes, precisos e variados — finos, grossos ou de formas diferente, como o famoso gatinho.

A caneta delineadora tem uma ponta fina por onde o produto é expelido ao ser levemente pressionado contra a pele. Se o seu objetivo é marcar bem olhar, essa é uma ótima opção dentre os tipos de delineador.

Lápis

Resultado de imagem para lapis preto de olho

Para finalizar, eis aqui um modelo que muitas vezes é deixado de lado, mas que tem um bom desempenho quando o objetivo é delinear os olhos.

Usar lápis de olhos é uma alternativa legal para as iniciantes ou menos habilidosas. O lápis facilita a execução de traços retos, sendo bem fácil de aplicar. A textura macia desliza facilmente sobre a pálpebra e tem boa intensidade de cor.

Há ainda a lapiseira retrátil, cuja ponta mais grossa é ideal para delineados clássicos, aqueles que vão de uma extremidade do olho a outra, sem efeitos especiais.

Ousando nas cores e acabamentos

Em se tratando dos tipos de delineador, é possível sair do pretinho tradicional e ousar na escolha das cores e acabamentos para dar um “tchan” naquela maquiagem básica.

Rosa, roxo, azul, verde ou lilás: essas apenas algumas das cores disponíveis para as mulheres que não têm medo de arriscar e preferem sair do visual clássico.

Não há restrição quanto ao uso do delineador colorido, desde que ele combine com a personalidade da mulher que o utiliza, independentemente do tom de pele ou da cor dos olhos.

Uma dica para arrasar é aplicar o delineador colorido em traço duplo, acima do delineado preto. Se quiser finalizar com glamour, os acabamentos metálicos ou em glitter ajudam a valorizar a maquiagem dos olhos. Experimente!

Imagem relacionada

Está pronta para escolher o tipo de delineador ideal para você?

Bjs!!♥

Saúde

Quinoa previne câncer e ajuda na perda de peso.

Olá pessoal!! Tudo bem?

Vamos falar de coisas boas para nossa saúde?

quinoa

A quinoa é o alimento que tem todos os aminoácidos essenciais, minerais e vitaminas que o corpo precisa para funcionar corretamente. Não é à toa que ela ganhou uma data especial pela Organização das Nações Unidas (ONU), que elegeu 2013 como o Ano Internacional da Quinoa. Continue lendo “Quinoa previne câncer e ajuda na perda de peso.”

Maquiagem

Guia de maquiagem para iniciantes: Preparação da pele

Olá pessoal!! Tudo bem?

Mais um post da série ” Guia de maquiagem para iniciantes.”

Hoje vou falar sobre a preparação da pele.

Uma das partes mais importantes da maquiagem é a preparação da pele. A preparação adequada da pele para receber a maquiagem faz com que a maquiagem dure mais e que a pele fique bem protegida e hidratada, para sofrer menos com a ação dos produtos de maquiagem. Siga todas as etapas e curta sua maquiagem ainda mais bonita:

Resultado de imagem para maquiagem preparação de pele para iniciantes Continue lendo “Guia de maquiagem para iniciantes: Preparação da pele”